6 de jul de 2010

O Poder do Carisma





Já li por duas vezes o livro de David Schwartz, “A mágica de conquistar o que você quer”. A cada leitura, encontro algo especial que me leva a reflexão. Num dos capítulos ele aborda o CARISMA. E foi isso que me chamou atenção desta vez. O que realmente vem a ser uma pessoa carismática? Pesquisei no Wikipédia sobre o assunto e encontrei dois sentidos para o mesmo termo:

Um é o teológico que diz o seguinte:
Este termo é usado no Cristianismo: Catolicismo e igrejas evangélicas renovadas e para indicar um dos diversos dons ou graças especiais concedidos pelo Espírito Santo, àqueles desejosos de servir a Deus. Segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica, os carismas "são dons especiais do Espírito, concedidos a alguém para o bem dos homens, para as necessidades do mundo e, em particular, para a edificação da Igreja”.
Os Carismas se enraízam dos sete dons de santificação (Is 11.2): Sabedoria, Entendimento, Conselho, Fortaleza, Ciência, Piedade e Temor de Deus [1]. No Novo testamento são enumerados nove dons do Espírito Santo: palavra de Sabedoria, palavra de Conhecimento (ciência), Fé, dons de Curar, operações de Milagres, Profecia, Discernimento de espíritos, variedade de Línguas, Interpretação de línguas Estes geram formas diversas de atuação no mundo como instrumentos do próprio Deus. Como exemplos, têm-se a vida religiosa contemplativa, apostólica, missionária e a vocação Sacerdotal (pastoral).
No Catolicismo, o termo é especialmente aplicado aos sacramentos a ao Crisma; nas igrejas evangélicas pentecostais e neopentecostais os dons carismáticos advém do Batismo no Espírito Santo e foram primeiramente difundidos pelas igrejas pentecostais, em 1909 nos Estados Unidos e depois usados pela Renovação Carismática Católica, sendo um dos conceitos para exprimir sua origem e seus dons. Neste sentido, o carisma é um dos Sete dons do Espírito Santo (Is 11.2), recebidos através do Batismo.
No sentido laico, (aquele que não tem ligação com religião)

A palavra CARISMA é amplamente utilizada para definir a influência e fascinação por alguma pessoa. O carisma está ligado a forma da pessoa de ser e de agir.

Bom, mas e agora? Como vamos aplicá-la no nosso dia-a-dia?

Acredito que você, de alguma forma ou outra, já viu ou conhece pessoas que têm ou tiveram algum tipo de sucesso. Por exemplo, se observarmos alguns atores, cantores, desportistas, empresários, pensadores e escritores, alguns exercem um fascínio, uma atração que não se sabe bem o porquê.

Pare um pouco a leitura e reflita durante uns 30 segundos sobre as pessoas que exercem algum magnetismo sobre você.

Refletiu? Então vamos lá: o que estas pessoas têm de tão especial? São elas de uma aparência física, de uma plasticidade nota 10? Elas vestem grifes que lhe deixa estupefato?

Acredito que não são estas “coisas” externas que estão fazendo elas exercerem este magnetismo sobre você... não é mesmo? São as virtudes pessoais, o brilho do espírito, um “je ne sais quoi”, que estão fazendo você ter esta ligação inexplicável.

Experimente malhar, ficar em forma, fazer uma cirurgia plástica, usar grifes etc. O que você conseguirá é ficar bem com você mesmo. Mas, ficar de bem com você, não o torna uma pessoa carismática. O carisma é construído tijolo em cima de tijolo, dia após dia.

O carisma é magnético: vem de dentro, do espírito, do coração. Para que sejamos carismáticos, precisamos estar em total equilíbrio: mental, físico, espiritual e emocional. Não adianta sermos gênios, não adianta termos um corpo sarado, se o nosso lado espiritual e emocional não forem também trabalhados. Nossa estrutura física e tampouco um Q.I. elevadíssimo, não nos dão o título de uma pessoa carismática.

Infelizmente o carisma não é uma jóia que encontramos na “H.Stern”. É uma jóia que precisa ser lapidada pelo seu dono, VOCÊ, durante toda a sua vida. E depois de lapidada, é preciso que você tire o pó diariamente. É uma jóia que obrigatoriamente deve ser usada, no convívio do trabalho, no convívio com os amigos ou no convívio com a família. Pratique um passo de cada dia, com persistência, determinação e coragem, pois quando você menos perceber estará exercendo um poder magnético sobre as pessoas.
______________________
Autor: Christiano Wide